Desodorizante VS Antitranspirante

Desodorizante VS Antitranspirante

Transpirar é bom!

É o resultado da regulação do nosso termóstato.

 

É através da transpiração que eliminamos muitas das toxinas que temos no corpo.

As zonas onde mais transpiramos, como pés, virilhas e axilas são também as zonas com grandes concentrações de bactérias que preferem zonas húmidas, quentes e protegidas.

A transpiração elimina grande parte dessas bactérias. Afinal, transpirar não é nada mau!

E são essas mesmas bactérias que, quando se misturam com o suor no ambiente quente e húmido provocam o mau odor.

E ninguém gosta de sentir cheiro a transpiração! É aqui que podemos evitar que a nossa presença seja desagradável.

Conheces bem o produto que estás a usar? Vê as diferenças!

Desodorizante

Servem para diminuir a humidade, pois absorvem água. Existem em spray ou roll on e disfarçam o odor da transpiração. Para esse efeito, costumam ter um leve perfume e podem ser usados no corpo todo.

Para melhor controlar odores, alguns juntam um ingrediente que limita a adesão das bactérias, como o Roll On 24h da Uriage.

Foto105A.png

Há marcas que criaram desodorizantes a pensar na pele sensível, sem álcool, parabenos e outros irritantes. Para disfarçar o odor, optam por substâncias que neutralizam cheiros em vez de adicionar perfume.

Os perfumes muitas vezes são químicos e podem irritar a pele.

Outras têm opções com efeito calmante, muito útil para aplicar depois da depilação, já que todos os que têm álcool ou perfume são desaconselhados, pelo menos, nas 12horas seguintes.

Nestas situações devem ter um desodorizante específico, com efeito apaziguante e cicatrizante,sem perfume ou álcool, como La Roche Posay Desodorizante Apaziguador Reparador 24horas em creme

Foto82C

 

Anti-transpirante

Ao usar um anti-traspirante, reduzes a produção de suor.

Estes têm sempre substâncias chamadas sais de alumínio que se dissolvem e formam uma barreira em gel que impede a atividade das glândulas responsáveis pela formação de suor.

Só deve ser usado em zonas restritas de transpiração intensa: axilas, mãos e/ou pés.

São, simultaneamente, bloqueadores da transpiração e desodorizantes pois neutralizam os odores, e poderão ser antibacterianos para reduzir as bactérias à superfície, como é o caso do cloridrato de alumínio.

Por vezes, o álcool está nestes produtos para ajudar à rapidez de absorção e secura da zona, para dar mais conforto e frescura.

Acabam por ser mais agressivos para a pele, e por esse motivo já existem alternativas com eficácia 48 ou 72 horas para não serem usados diariamente.

Também existe opções para fazer tratamento de apenas 3 dias, ao qual se segue um desodorizante normal, ou um anti-transpirante mais leve. É o caso do SVR Spirial Extreme Roll On.

Foto105D.jpg

Para dar continuidade podem usar um anti-transpirante diário, ou mesmo um desodorizante, uma vez que a transpiração será bastante mais reduzida. Fica a sugestão do Anti-transpirante SVR Spirial Roll On ou Creme.

Foto105E

FOto105F.jpg

 

Há uns tempos surgiu um tema que envolvia os anti-transpirantes e o risco de desenvolvimento de cancro de mama. Decidi pesquisa

Atualmente, não existem evidências de risco associado ao uso destes produtos.

Ainda assim, quem tiver pele sensível ou alérgica deve optar pelos mais naturais.

A Vichy lançou uma alternativa aos anti-transpirantes e igualmente eficaz para transpiração moderada – Vichy Desodorizante Mineral 48horas

Foto82A

Há outras dicas para evitar o excesso de transpiração e o mau cheiro:

  • Não usar roupas justas no corpo e/ou com fibras sintéticas ou impermeáveis;
  • Usar cores mais claras uma vez que as cores escuras retêm mais radiação solar;
  • Evitar alguns legumes que provocam libertação de enxofre no suor, como brócolos;
  • Consumir alimentos antibacterianos, como o tomate, que pode ajudar a eliminar as bactérias responsáveis pelo mau odor;
  • Evitar comidas quentes ou alimentos estimulantes, como café e/ou chá.

 


 

 

Sweating is good!

It’s the result of the regulation of our thermostat.

It’s through perspiration that we eliminate many of the toxins that we have in our bodies.

The areas where we most sweat, such as feet, groin and armpits are also areas with high concentrations of bacteria that prefer wet, warm and protected areas.

Sweating removes much of these bacteria. After all, sweating is not bad at all!

And it’s these same bacteria that, when mixed with sweat and heat, humid environment, cause bad smell.

And no one likes to smell sweat! This is where we can prevent our presence from being unpleasant.

Do you know what are you using? See the differences!

Deodorant

They serve to reduce humidity, through water absorption. They are sprays or roll ons and take the odor of perspiration. For this purpose, they usually have a light perfume and can be used in the whole body.

To better control, some add an ingredient that limits bacteria adhesion, such as Uriage’s Roll On 24h.

There are brands that have created deodorizers thinking about sensitive skin, without alcohol, parabens and other irritants. To disguise the smell, they opt for substances that neutralize smell instead of adding perfume.

Perfumes are often chemical and can irritate the skin.

Others have options with soothing effect, very useful to apply after epilation, since all who have alcohol or perfume are discouraged for at least the next 12 hours.

In these situations they should have a specific deodorant, with soothing and healing effect, without perfume or alcohol, such as La Roche Posay Deodorant Restoration Reliever 24 hours in cream

 

Anti-perspirant

By using an anti-perspirant, you reduce the production of sweat.

These always have substances called aluminum salts that dissolve and form a gel barrier that prevents the activity of the glands responsible for sweat formation.

It should only be used in restricted areas of intense perspiration: armpits, hands and/or feet.

They are, simultaneously, perspiration blockers and deodorants because they neutralize odors, and may be antibacterial reducing bacteria at the surface, as is the case of aluminum hydrochloride.

Sometimes, alcohol is in these products to help quickly absorption, to give more comfort and freshness.

They end up being more aggressive to skin, and that is why there are already alternatives with 48 or 72hours to not be used daily.

There are also options for a 3-day treatment, followed by a normal deodorant or a milder anti-perspirant. This is the case with the SVR Spirial Extreme Roll On.

For continuity you can use a daily anti-perspirant, or even a deodorant, since the sweating will be much reduced. Such as Anti-perspirant SVR Spirial Roll On or Creme.

A topic has emerged that involved the anti-perspirants and the risk of developing breast cancer. I decided to research.

Currently, there is no evidence of risk associated with the use of these products.

Even so, anyone with sensitive or allergic skin should choose the most natural.

Vichy has launched an alternative to anti-perspirants and equally effective for moderate perspiration – Vichy Mineral Deodorant 48hours

 

There are other tips to avoid excessive sweating and bad smell:

  • Don’t wear tight clothing on the body and/or with synthetic or impermeable fibers;
  • Use lighter colors as dark colors retain more solar radiation;
  • Avoid some vegetables that cause release of sulfur in the sweat, like broccoli;
  • Consume antibacterial foods, such as tomatoes, which can help eliminate the bacteria responsible for bad odor;
  • Avoid hot or stimulant foods such as coffee and/or tea.